sexta-feira , 23 Fevereiro 2018
Capa > Empresas & Negócios > Gartner anuncia que Inteligência Artificial é um jogo desafiador para os dispositivos pessoais

Gartner anuncia que Inteligência Artificial é um jogo desafiador para os dispositivos pessoais

Tecnologia impulsionará as experiências dos usuaarios e será mais convincente na hora da escolha para o uso em lares e nos ambientes de trabalho

 

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento imparcial em tecnologia, anuncia que sistemas de Inteligência Artificial (AI) estão se tornando tão sofisticados que vão gerar múltiplas forças disruptivas, mudando até a maneira como interagimos com as tecnologias pessoais. Pesquisa do Gartner preveee que, até 2022, os dispositivos pessoais saberão mais sobre o estado emocional de um indivíduo do que sua própria família.

“A Inteligência Artificial com recursos emocionais e a computação afetiva permitirão que os objetos do dia-a-dia detectem, analisem, processem e respondam aos humores e aos estados emocionais das pessoas, para assim proporcionar uma melhor relação e uma experiência ainda mais personalizada”, afirma Roberta Cozza, Diretora de Pesquisa do Gartner. “Para permanecer relevante, os fornecedores de tecnologia devem integrar a AI em todos os aspectos de seus dispositivos, ou enfrentar a marginalização”, diz.

O Gartner acredita que a onda atual de sistemas de Inteligência Artificial de emoção está sendo conduzida pela proliferação de assistentes pessoais virtuais (VPAs) e outra tecnologia baseada em AI para sistemas de conversação. A analista destaca que, até que uma segunda onda emerja, a tecnologia AI adicionará mais e mais valores nos cenários de experiências do cliente, incluindo software educacional, videogames, software de diagnóstico, de desempenho atlético, de saúde e carro autônomo.

“Protótipos e produtos comerciais já existem e a adição de contexto emocional ao analisar pontos de dados de expressões faciais, entonação de voz e padrões comportamentais aumentará significativamente a experiência do usuário”, afirma a analista. “Além dos smartphones e dispositivos domésticos conectados, dispositivos vestíveis (Wearables) e veículos conectados irão coletar, analisar e processar os dados emocionais dos usuários por meio da visão computacional, áudio ou sensores que capturam dados comportamentais para se adaptarem ou responderem aos desejos e necessidades de um usuário”.

A pesquida do Gartner possui também outras previsões.

Até 2021, 10% dos usuários de dispositivos vestíveis terão mudado os seus estilos de vida e, assim, aumentarão suas expectativas de vida em uma média de seis meses.

À medida que os sistemas de emoção de AI evoluam, existe um enorme potencial para aumento do uso de dispositivos especializados, como pulseiras médicas, que podem antecipar condições que ameaçam a vida e facilitar um sistema de resposta precoce para problemas de saúde. Ao mesmo tempo, aplicativos especiais também estão sendo desenvolvidos para serviços de diagnóstico e terapia que ajudarão a reconhecer condições como depressão ou ajudar crianças com autismo.

“Mesmo um dispositivo vestível básico poderá ter um impacto positivo na saúde das pessoas “, afirma Annette Zimmermann, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner. “Estamos vendo um número crescente de usuários que mudam ativamente seu comportamento para melhor, por meio da adoção de um dispositivo vestível. Não é só isso que pode ter uma influência benéfica sobre a quantidade de funções que eles possam executar, mas há evidências de que um ou dois em 10 smartwatch (relógio inteligente) e faixas fitness de usuários descubram um problema como a apneia do sono ou arritmia cardíaca com o uso do dispositivo”.

 

Até 2020, 60% dos vendedores de dispositivos de tecnologia pessoal usarão serviços de Nuvem de AI de terceiros para melhorar a funcionalidade e os serviços. 

As tecnologias de AI baseadas em Nuvem estão gerando experiências convincentes em uma variedade de dispositivos conectados. As ofertas de Nuvem das grandes empresas tecnológicas, como Google, Microsoft, Amazon, Tencent, Baidu e IBM, estão começando a proliferar devido aos seus atraentes modelos de custo, integração de fácil usabilidade e potencial para criar serviços complexos. Um grande catalisador para os fornecedores de dispositivos para usar os serviços de Nuvem de AI é o aumento do uso de VPAs e tecnologias de linguagem natural, assim como a adoção de dispositivos sem tela como o Amazon Echo e o Google Home também estão crescendo.

“Estamos começando a ver a adoção desses serviços de fornecedores de alto nível que os usam para ampliar seu alcance”, afirma Anthony Mullen, Diretor de Pesquisa do Gartner. “O Fitbit (pulseira inteligente fitness) usa as habilidades do Alexa (companhia que fornece dados pela Internet) para tornar as estatísticas e funcionalidades do usuário disponíveis por meio dos autofalantes do VPA, assim como a Netflix usa o Action para o Google Assistant para o controle de voz do seu serviço. Em última análise, os fornecedores competirão com a melhores experiências do usuário e a inteligência de seus produtos e não a tecnologia por trás disso.”

 

Até 2022, a tecnologia de segurança que combina aprendizagem de máquinas, biometria e comportamento do usuário reduzirá senhas que representarão menos de 10% de todas as autenticações digitais.

A autenticação simples baseada em senha irá se tornar cada vez menos efetiva para dispositivos pessoais. Mesmo a tecnologia biométrica que é popular atualmente para autenticação de impressão digital possui uma taxa de sucesso de apenas 75%, devido a algumas contaminações, como sujeira ou suor.

“Os usuários precisam de opções mais convenientes e precisas para desbloquear seus dispositivos”, afirma CK Lu, Diretor de Pesquisa do Gartner. “Tecnologias de segurança que combinam aprendizagem de máquina, biometria e comportamento do usuário se tornarão necessárias para melhorar a facilidade de uso, o autoatendimento e a autenticação sem fricção. Nos próximos cinco anos, a nova tecnologia de segurança reconhecerá o usuário, evitará fraude e detectará ameaças de automação, como malware, trojans de acesso remoto e bots maliciosos”.

Sobre Gabriel Cruz

Check Also

Verint é reconhecida como líder no Quadrante Mágico do Gartner na solução Workforce Engagement Management

Empresa é posicionada no quadrante de líderes pela 10ª vez consecutivamente A Verint® Systems Inc. …

Deixe uma resposta