domingo , 19 novembro 2017
Capa > Direito > Petróleo & Gás > Novas tecnologias para o pré-sal contarão com R$ 130 milhões

Novas tecnologias para o pré-sal contarão com R$ 130 milhões

Da Agência FINEP – A FINEP acaba de lançar duas chamadas públicas no total de R$ 130 milhões para a área do pré-sal. Os recursos serão aplicados na execução de projetos de Instituições de Pesquisa Científica e Tecnológica (ICTs), públicas ou privadas sem fins lucrativos.

O primeiro edital prevê investimento de R$ 100 milhões no desenvolvimento de projetos realizados em sistema de cooperação entre empresas da cadeia do setor de Petróleo & Gás (P&G) e instituições de pesquisa científica e tecnológica que ofereçam soluções para os desafios tecnológicos gerados ou ampliados a partir das descobertas de reservas na camada do pré-sal.

Na fase inicial, as empresas interessadas devem enviar carta de manifestação de interesse, em formulário específico, até o dia 08/08. Antes, é importante que os empresários leiam o guia sobre como preencher a carta. O resultado será divulgado no dia 09/09. Após esta etapa, será a vez de as ICTs detalharem o projeto em formulário próprio, que estará disponível no site da FINEP a partir do dia 05/10.

A idéia é atender toda a cadeia produtiva do setor de P&G. Esta chamada vai priorizar seis segmentos: Válvulas, Conexões/Flanges, Umbilicais Submarinos, Caldeiraria, Construção Naval e Instrumentação/Automação.

Já a segunda chamada, prevê investimentos de R$ 30 milhões e vai apoiar a criação, adequação e capacitação de laboratórios de ICTs para atender às demandas dos fornecedores da cadeia de P&G.

O formulário para envio das propostas por parte das instituições interessadas poderá ser acessado no portal da FINEP a partir do dia 23/07. Elas devem ser enviadas até o dia 08/09.

Nesse caso, serão três linhas de apoio para laboratórios de ensaios de desempenho de válvulas e acessórios de tubulação, de produtos de segurança SIS-SIL e de qualificação e análise de umbilicais. Os recursos são do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), de natureza não reembolsável.

Nas duas chamadas, o valor mínimo das propostas deverá ser de R$ 1 milhão, incluindo as bolsas de estudo e pesquisa.

Fonte: http://www.lexpetrolea.com.br/portal/index.php/2010/07/12/novas-tecnologias-para-o-pre-sal-contarao-com-r-130-milhoes/

Sobre Rudinei Modezejewski

Consultor em propriedade intelectual a 15 anos, desde 1999 mantém o site www.e-marcas.com.br, fundador do Avctoris (www.avctoris.com) e Sócio-Diretor do E-Marcas. Atuou também como consultor em Marketing Jurídico, é colunista de diversos sites e blogs (Administradores, TuDiBão, Webinsider, Consultores entre outros), hard-user de internet e redes sociais (Twitter, Ning, Grupos de Discussão do Yahoo, etc…) e gestor do portal Direito & Negócios, empreendedor compulsivo.

Deixe uma resposta