quarta-feira , 22 novembro 2017
Capa > Gestão > Atendimento > Quer aumentar as vendas do seu e-commerce?

Quer aumentar as vendas do seu e-commerce?

O Google Shopping pode ser um poderoso aliado! Confira dicas de quem entende!

No seu e-commerce o principal objetivo é o aumento de vendas? Então o Google Shopping pode ser um poderoso aliado. Mas preste atenção às estratégias utilizadas, pois ao invés de atrair conversões, você pode estar desperdiçando tempo, recursos e clientes preciosos.

Para conquistar vendas, uma estratégia bem definida e alinhada é fundamental, contemplando desde a precificação até a otimização de conteúdo dos seus produtos. Acompanhe algumas dicas, aplique-as em suas campanhas de Google Shopping e transforme o seu canal online em um líder de vendas.”

A afirmação e as 7 dicas a seguir são de Maycon Fortes1, gerente de marketing e vendas da Magamobi, CertificadoAdWords em Google Shopping.

Dica 1: Atenção nos Produtos!Google-Shopping

Atente para os dados dos produtos. Qualidade e atualizações são indispensáveis. Seu feed, ou lista de produtos, deve prezar pela qualidade dos conteúdos e estar sempre atualizado. O desempenho do anuncio é paralelo aos dados que estão no feed do Google Merchant Center2.

Maycon: Para criar uma boa experiência de compra, sem armadilhas, garanta que os usuários vejam nos anúncios do seu feed as mesmas informações que estão disponíveis no seu site. Evite anunciar produtos que estão fora de estoque, pois resultam em desperdícios de cliques. Faça atualizações diárias e garanta que está fazendo isso corretamente, removendo, atualizando ou adicionando novos produtos.”

Dica 2: Foque nos melhores!

Quanto mais produtos alvo, mais decisões deverão serão ponderadas. Concentre seus esforços nos produtos com melhor desempenho.

Maycon: Não estou sugerindo jogar todos os ovos em uma cesta, mas como pode parecer mais fácil se concentrar unicamente em otimizar um grupo de produtos, talvez isso signifique gastos desperdiçados com produtos de baixo desempenho. Utilize o seu orçamento em categorias que tragam mais tráfego e mais conversões. Seja esperto! Analise caso a caso, pois cada grupo de produtos irá se comportar de forma diferente, use o histórico de informações do Google Shopping e compare dados antes dessa decisão!”

Dica 3: Impulsione as melhores performances!

Aumente os lances. Quando produtos, marcas e categorias apresentarem alto desempenho, aumente os lances. Fique atento e aplique ajustes sempre que necessário.

Maycon: O Google Shopping possui a opção de grupos de produtos com até sete atributos, com isso você consegue chegar ao nível de código do produto e utilizar lances diferenciados para cada um, aumentando ou diminuindo de acordo com o desempenho. Não tenha medo de aplicar ajustes.”

Dica 4: Mantenha-se competitivo!

Compare, os dados estão disponíveis. Com o novo recurso de dados de benchmarking3 do Google Shopping, os anunciantes têm a oportunidade de comparar o desempenho de suas campanhas aos da concorrência.

Maycon: Para comparar as performances use as métricas competitivas para Google Shopping, disponíveis através da interface do Google Adwords.”

cissa02Importante:

Índice de referência CTR (Taxa de cliques)

Para adicionar a função no relatório de desempenho abra a checkbox ou caixa de seleção ‘Colunas’, clique em ‘Modificar Colunas’ e selecione a opção ‘Métricas Competitivas’. Também é possível personalizar relatórios de desempenho para atender às necessidades de cada conta.

Maycon: Anunciantes querem sua marca nas principais posições, mas é muito fácil deixar escapar o 1º lugar. Use o índice de referência CTR, ou seja, a taxa de cliques, para monitorar o seu posicionamento em relação à concorrência. Se o índice de referência CTR estiver mais elevado do que o seu CTR para determinado grupo de produtos, provavelmente os concorrentes estão trabalhando com uma oferta melhor, frete grátis ou queima de estoque. Seja o que for, preços mais agressivos alcançam melhores posições, portanto procure formas de aumentar o seu CTR para esse grupo.”

Índice de referência CPC Max (Custo máximo por clique)

O Índice de referência CPC Max aponta quanto pagam os concorrentes com produtos similares.

Maycon: E se o seu CPC Max for significativamente menor do que o CPC de referência? Teste! Essa é uma possibilidade de aumentar os seus lances e testar qual será o efeito sobre o seu CTR, afinal você tem uma sobrinha! Já se o seu CPC Max for maior, talvez você esteja gastando mais do que o necessário para alcançar uma boa posição.”

CUIDADO:

Utilize os valores de referência como uma pitada de sal!

Maycon: Afinal você é quem sabe como a sua conta se comporta. Você é quem sabe se aumentar ou diminuir os lances para atender os valores de referência poderá ou não ser uma boa abordagem de desempenho. Mais uma vez, fica a dica: Olhe para os históricos de desempenho antes de decidir mudar seus lances.”

Dica 5: Acerte na frase e atraia a atenção! 

Utilize os temas promocionais a seu favor. O Google Shopping permite a adição de um pequeno slogan promocional ao seu anúncio comercial.cissa

Maycon: Abuse da criatividade e chame a atenção! Suas promoções podem envolver um chamamento como ‘Confira!’, ofertas como ‘frete grátis’ e ‘5% de desconto’ ou até sazonalidade como ‘BlackFriday!’                     É importante certificar-se que a informação seja relevante e condizente ao conteúdo do seu site, caso contrário o Google não vai veicular seus anúncios.”

Dica 6: O CPC’s não são sempre iguais.

Defina CPC’s diferentes. Atentem-se às questões regionais.

Maycon: Use um ajuste de lance para elevar o CPC em regiões de alto tráfego e receita e para diminuir em regiões de baixo tráfego que convertem pouco.

Dica 7: Dispositivos móveis

Muito cuidado! A modalidade exige atenção, caso contrário a rentabilidade pode ser perdida.

Maycon: Comece sem nenhum ajuste de lance para dispositivos móveis com navegadores completos, mas mantenha o olhar atento sobre ele. Muitas empresas descobrem que pagar por cliques em mobile não é rentável. Eu recomendo um ajuste de -70%.”shoppingNão tenha medo. Ouse! Utilize as dicas do especialista em marketing digital, Maycon Fortes, aliadas às estratégias de campanhas Google Shopping próprias da sua marca e de seus grupos de produtos.

Faça experiências, arrisque, teste o Google Shopping. Assim você identificará qual é a melhor estratégia para, no seu negócio, trazer o maior número de conversões possíveis com o orçamento que você tem disponível.” Maycon Fortes

Marilei Pessatti

Maycon Fortes atua há 6 anos com marketing digital e é atualmente o gerente de marketing e vendas da Magamobi responsável pelas campanhas de Google Shopping das cinco marcas e-commerces da holding catarinense, Cissa Magazine, GuriVéio.com, LdiMania, Sam Store Marcelo Smart.

2 Google Merchant Center (Central do Comerciante) utilizada no gerenciamento do Feed.

Mensuração de performance obtida com observação e comparação entre as melhores práticas.

 

Sobre Marilei Pessatti

Jornalista graduada em Comunicação Social pela Faculdade de Artes e Comunicação da Universidade de Passo Fundo, FAC / UPF, e pós-graduada em Gestão da Comunicação Pública e Empresarial pela Unidavi, atua nas diferentes áreas do Jornalismo e da Assessoria de Comunicação e Imprensa através das mais diversas plataformas de suporte.

Possui interesses nos âmbitos da Cibercultura, do Jornalismo Online, das Mídias e Redes Sociais, da Literatura, do Cinema e da Fotografia, acompanhando o surgimento e o desenvolvimento das Tecnologias de Informação e Comunicação, atentando para o modo como a utilização e a difusão destas inovações influencia e converge o processo de transmissão das informações e pauta a produção dos conteúdos e dos discursos.

Check Also

Com ERPs modulares 100% adequados ao eSocial, Dzyon S/A prepara clientes para atender ao novo sistema de escrituração digital

A poucos meses da entrada em vigor do eSocial, a empresa de tecnologia Dzyon S/A …

Deixe uma resposta