sexta-feira , 23 Fevereiro 2018
Capa > Empresas & Negócios > A crise que não espantou o Grupo diRoma

A crise que não espantou o Grupo diRoma

A crise econômica que forçou o recuo em tantas empresas em 2015 não teve o mesmo impacto na hotelaria do Grupo diRoma.

Logo-GrupodiROmaA forte tendência de explorar os destinos nacionais, substituindo os gastos em dólar pelos pacotes em hotéis e resorts brasileiros certamente beneficiou algumas empresas do ramo. Entretanto, conquistar a preferência de clientes diante da concorrência não foi tarefa fácil para os hotéis que preferiram o recuo ao investimento neste período. Na contramão estava o Grupo diRoma, divulgando promoções até nas altas temporadas de 2015 e seguindo a risca seu calendário de reformas e expansões.

Os resultados foram altamente satisfatórios. O aumento de 10,7% em diárias vendidas em 2015 gerou substanciais 15% de crescimento na renda. Um respiro em ares prósperos que permitiu passos em terreno ainda mais fértil para prosseguir com o planejamento de reformas e expansões em 2016.

“Continuidade na reforma dos apartamentos do Thermas diRoma e reforma dos apartamentos do Hotel Roma e do Parque Aquático do diRoma International Resort são obras mais relevantes que outras intervenções que fazemos todos os anos. Essa programação não foi alterada diante da crise, assim como a inauguração do L’Acqua V, prevista para julho deste ano”, revela Aparecido Sparapani, Superintendente do Grupo diRoma.

Hóspedes com mais conforto e número de leitos aumentados para receber o fluxo positivo de visitantes que escolherão Caldas Novas como destino de férias e viagens em família, certamente estas são vantagens competitivas no mercado, mas o Grupo diRoma vai mais além em 2016, formatando promoções já nos dois primeiros meses do ano, com previsão de mais campanhas no decorrer do período.

“Grande responsabilidade pelo crescimento do Grupo diRoma está nas ações como as promoções e os eventos, como aconteceu no Natal e no Réveillon, onde o diRoma recebeu cerca de 2500 pessoas para a Ceia de Natal e mais de 3000 para o Réveillon. A procura cresce e ganhamos, além de clientes fiéis, grandes divulgadores que falam de nossos hotéis no Brasil inteiro,” ressalta Sparapani.

As expectativas para este ano estão pautadas pela reação do mercado diante da instabilidade econômica do Brasil, mesmo com os dados promissores divulgados em janeiro pelo Ministério do Turismo a partir do estudo Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, que revela os destinos nacionais como escolha de cerca de 9 em cada 10 brasileiros este ano. Um crescimento de 8% comparado com 2014.

Sobre Marcela Oliveira

Check Also

Verint é reconhecida como líder no Quadrante Mágico do Gartner na solução Workforce Engagement Management

Empresa é posicionada no quadrante de líderes pela 10ª vez consecutivamente A Verint® Systems Inc. …

Deixe uma resposta