terça-feira , 24 outubro 2017
Capa > Empresas & Negócios > A TV como ferramenta de marketing para o agronegócio

A TV como ferramenta de marketing para o agronegócio

Cada vez mais presente na mídia, o agronegócio encontra na televisão uma ferramenta para praticar o Marketing

A televisão foi inaugurada no Brasil na década de 50 por Assis Chateaubriand e, desde então, passou por diversas fases de aperfeiçoamento até chegar à forma atual. Segundo dados da “Pesquisa Brasileira de Mídia 2016 – Hábitos de Consumo de Mídia pela População Brasileira”, encomendada pela Secretaria de Comunicação Social do Governo e realizada pelo Ibope, cerca de 63% dos brasileiros preferem a TV como principal veículo de informação. O mesmo estudo aponta também que 79% dos telespectadores utilizam deste meio para obtenção de informações sobre agricultura e seus benefícios, o que aponta a necessidade de uma atenção especial do marketing voltado ao agronegócio em relação ao poder da televisão.

No ano de 2016, o setor do agronegócio rendeu 23% do PIB nacional e, atualmente, gera 37% dos empregos no país. O setor também é responsável por 46% das exportações brasileiras. Os dados são da pesquisa realizada pela ABMRA (Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio) e de planejamento da RV Mondel Comunicação. O estudo observou o perfil de 2,8 mil produtores rurais, de 15 diferentes estados brasileiros, analisando aspectos em torno da interação do homem do campo com a televisão e as novas tecnologias.

Segundo a pesquisa, o perfil do agricultor está mudando e a idade média do produtor brasileiro baixou de 48 anos para 46 anos. Os filhos dos produtores estão cada vez mais ativos, tomando, junto com seus pais, as decisões de compra e uso de insumos agrícolas. As mulheres também estão ganhando espaço no agronegócio e possuem cada vez mais importância nesse setor, como ressalta Marcelo Claudino, diretor de business intelligence da Informa Economics FNP, empresa à frente a pesquisa da ABMRA.

 

O poder da TV e das mídias sociais

De acordo com a ABMRA, a televisão é líder entre o público do agronegócio. A pesquisa apontou ainda que 92% das pessoas utilizam este meio para se atualizarem sobre o setor agrícola. As novas tecnologias também estão presentes na vida do agricultor: o WhatsApp (96%) é preferido para comunicação, seguido pelo Facebook (67%), YouTube (24%), Messenger (20%), Instagram (8%) e Skype (5%).

Esses dados apontam a existência de um mercado mal explorado pelos anunciantes, que desconhecem a força do agronegócio. O produtor necessita de informações que venham alavancar seu negócio e auxiliar a produtividade. “Esta é uma realidade que poucas agências e veículos de mídias conhecem, e os que conhecem, estão colhendo muitos frutos”, destaca Ricardo Nicodemos, Diretor de pesquisa da ABMRA.

 

A importância da segmentação

Apesar das vantagens de se alcançar o grande público através do marketing televisivo, fazê-lo sem auxílio profissional pode trazer muitas dores de cabeça e prejuízo. O agronegócio é um setor que não permite uma atuação generalizada, ou seja, é preciso identificar quais os objetivos e definir a melhor ferramenta para cada caso, sendo a TV apenas mais uma entre várias existentes.

Rosana Rocha, sócia-proprietária da 2 Design e Comunicação e especialista em marketing para o agronegócio destaca que dentro do agronegócio existe uma pluralidade de culturas e comportamentos. “Temos os produtores que se utilizam da grande mídia para obter informação, mas também temos o produtor tradicional que utiliza o jornal impresso. Portanto, é sempre necessário segmentar os trabalhos para que melhores resultados sejam alcançados”, explica.

Agências especializadas, como a 2 Design e Comunicação são responsáveis por desenvolver projetos de comunicação personalizados, o que permite uma eficácia muito maior das ações, valorizando o investimento do cliente. “Muitas vezes o produtor não nos procura, pois acha que terá que investir muito ou que não terá bons resultados, mas, na verdade, o que fazemos é adequado para todos casos e orçamentos”, afirma Rosana.

 

Sobre a 2 Design e Comunicação: agência de comunicação 360º, desde 2007 no mercado oferecendo solução em publicidade e propaganda, marketing, identidade visual, branding e comunicação digital, incluindo administração, geração de conteúdo e monitoramento de mídias digitais, funil de vendas e publicidade digital nos mais diversos canais.

Informações para Imprensa

* 2 Design e Comunicação

https://www.facebook.com/2designcomunicacao/

http://2design.com.br/

Sobre Rodrigo Carvalho

Mestre em Comunicação pela UNESP de Bauru. Jornalista graduado em Comunicação Social e pós-graduado em Gestão da Comunicação Mercadológica. Proprietário da Carvalho Assessoria – prestação de serviços em Assessoria de Comunicação Empresarial para diferentes segmentos corporativos. Assessor de Imprensa da AD Corretora de Seguros. Assessor de Comunicação da Andriotti & Castro Consultoria. Assessor de Imprensa dos eventos ‘Festieco’ (edições 2012 e 2013) e ‘Viva Bauru’ (edição 2012) organizados pela agência Projeto Cidade (Grupo Cidade). Assessor de Imprensa do projeto de Educação Ambiental ‘OLHAR VERDE’ (2013). Autor do livro Um Grande Sonho – Editora Paulinas.

Check Also

Grupo New Space anuncia Arthur Dinóla como novo Diretor Executivo

Profissional com mais de 30 anos de experiência chega com a responsabilidade de ampliar o …

Deixe uma resposta